QUEM SOMOS

Achiles Finardi
O marido

Eu nasci em Araras, no interior de São Paulo, filho caçula de uma família com duas irmãs e dois irmãos.
Desde cedo, meus pais me ensinaram a conciliar estudo com trabalho, e assim aprendi a dar valor a cada gota de suor dispendido, e a cada centavo remunerado.
Cresci, tive muitos sonhos, alguns realizei, outros ficaram pelo caminho.
Casei, tive uma filha e um filho maravilhosos, descasei e casei de novo.
Chorei muitas vezes, sorri muito mais, errei, acertei, perdi algumas batalhas, e venci as principais.
Tenho defeitos, que não são poucos – reconheço, mas eu os minimizo com as minhas qualidades, que são muitas.

Tive câncer, que me obrigou a fazer quatro cirurgias, e que me deixou sequelas. Mas que também me ajudou a perceber o quanto vale a vida.
E, espelhado ainda no exemplo da minha esposa, redescobri a importância de lutar pelo que quero e sonho.
E esse sonho, compartilhado com Margaret, de viajar por aí, viver sem roteiro, reacendeu e nunca irá se apagar!

Este sou eu, Achiles, 58 anos, filho de pais amorosos e amados, bem humorado, às vezes chato, pai e avô, palmeirense, e casado com uma mulher fantástica – Margaret.

Margaret Santos
A mulher

Meu nome é Margaret, tenho 58 anos, sou baiana, cheia de qualidades e poucos defeitos. (rs)
Sou determinada, otimista, amo tecnologia e vivo grudada no meu celular.

Tenho 2 filhas biologicas e 2 filhos por afinidade (filhos de Achiles) e todos nos enchem de orgulho.

Conheci Achiles em 2001 (pela internet) e desde então a gente não se desgrudou. E o melhor que compartilhamos do mesmo sonho.

Tive um câncer de mama e isto talvez tenha me ajudado a valorizar ainda mais a vida. Achiles também passou pela mesma coisa e juntos descobrimos que podemos viver de uma forma mais feliz.

Então vivo um dia de cada vez e minha prioridade é ser alegre. Ser Feliz.

Agora, nosso objetivo é realizar o sonho de viajar por aí, conhecendo novas pessoas, novos lugares.  Amo fazer amizades e fico feliz quando consigo levar um pouco de alegria quando as pessoas estão tristes.

Faremos dessa experiência o melhor projeto da nossa vida.
.

Jujuba
A poodle

Tenho 12 anos mas continuo com essa carinha de menina.

Sou manhosa e quero ficar grudada na minha mãe 24 horas por dia.

Amo viajar e vou adorar toda essa aventura e estar cada dia em um lugar diferente.

Brad
Yorkshire

Eu tenho 10 anos. Sou pequeno, encrenqueiro e quero que minha mãe faça todas as minhas vontades. Ahhh…sou ciumento sim e quero atenção todo o tempo.

Não estou gostando dessa idéia de ficar viajando, mas se não tem jeito (porque são 3 contra 1) vou ter que dar um jeito e me acostumar.

Pirata
A Gatinha

Eu sou Pirata e tenho 4 anos. Nasci e vivi todo esse tempo na rua até o dia que eu fui conquistada por essa família. Sou arisca e não quero muito papo, mas confio 100% nos meus papais humanos. Ainda estou me acostumando com essa vida de todo dia em algum lugar, mas fico quietinha na janela do quarto enquanto passeamos. Até fui apelidada de Pirata – A Aventureira.